1 de outubro de 2016

Origens

Foi no ano de 1793, que Manuel Pereira se deslocou a Lavos, com a sua mulher Luísa dos Santos e alguns familiares, para baptizar seu filho Luís, que nascera havia quatro dias, no lugar da Cova. A certidão do recém-nascido passou assim a ostentar como local de nascimento o lugar da Cova, passando a povoação a ver reconhecida oficialmente a sua existência. O topónimo "Cova" deriva do estabelecimento, alguns anos antes, de um grupo de pescadores, naturais de Ílhavo, numas palhotas feitas de junco e edificadas na cava das dunas. Já a povoação da Gala nasceu da deslocação de alguns dos atrás citados pescadores mais para nascente, na zona ribeirinha, onde ergueram barracas para recolha de redes e apetrechos de pesca. Igualmente à beira rio, surgiram depois grandes armazéns em madeira para salga, conservação e comercialização da sardinha com origem nas artes de pesca da Cova. Assim, Cova e Gala aparecem desde a sua origem, ligadas ao mar.

Fonte: Terras do Mar Salgado, João Pereira Mano

2 comentários:

  1. Memórias do passado, alicerces do presente e motivação para o futuro!

    ResponderEliminar
  2. Para quem gosta de praia, creio que é a melhor da Figueira. Tem, para mim, a melhor esplanada ....é pena não haver transporte.

    V.Borges

    ResponderEliminar